Plugins para WordPress que vão facilitar sua vida

Desde que eu voltei para essa vida de blog e decidi que iria deixá-lo mais “profissional” e não tão bagunçado, descobri que plugins no WordPress facilitam demais a vida. Eles são uma mão na roda para muita coisa, desde te ajudar com coisas mais técnicas e que talvez você não saiba mexer até uma customização ínfima de layout. Confesso que, no começo, relutei um pouco em usá-los. Pensava que davam muito trabalho (questão de atualização e adição e remoção e etc…), mas hoje me rendi e admito que, para qualquer coisa que eu preciso, vou lá procurar se tem um plugin pra me ajudar 💁 Por isso, fiz uma lista dos plugins do WordPress que mais tem me ajudado nesse recomeço de jornada como blogueirinha de desenvolvimento!

Um adolescente branco está mexendo em um computador, solta o mouse e faz um sinal de joinha com a mão.

1 – Site Kit, da Google

Eu não sei vocês, mas Google Analytics sempre foi um grande mistério pra mim. Eu o acho um pouco difícil de entender, nunca soube direito como “instalar” e sempre acho as estatísticas um pouco confusas. Mas… resolvi colocá-lo aqui no meu blog e aprender a (finalmente!) mexer. E queria fazer do jeito mais fácil possível.

Encontrei esse post aqui, da Kinsta, sobre adicionar o Google Analytics no blog e optei por usar o próprio plugin da Google, porque me trouxe um pouco mais de confiança. E, creiam, ele é facílimo de instalar e configurar! Gostei bastante!

Há um homem e uma mulher sentados com um laptop no colo, um print do aplicativo Site Kit e os seguintes dizeres sobre o plugin: "Google's official WordPress plugin", "Get insights about how people find and use your site, directly in your WordPress dashboard"
Imagem do banner do Site Kit.

2 – Enlighter – Customizable Syntax Highlighter

Sendo esse um blog sobre desenvolvimento, é natural que tenha alguns códigos aqui e ali, certo? Até tem a ferramenta de Código nativa do WordPress, mas ela simplesmente é ruim demais, bicho. E eu confesso que não sou muito fã de colocar imagens de código; prefiro colocar algo que dê para copiar e colar para facilitar o processo de quem está consultando o post (tipo eu mesma, muitas vezes 💁). Além de que código sem formatação… também não dá, né?

Depois de alguma pesquisa, achei o Enlighter. Ele é simples, porém extremamente funcional! Cumpre exatamente o que eu preciso: deixa o código ali, identado, evidenciando que é código, passível de cópia e colagem. 10/10!

3 – Easy Google Fonts

Vou contar um segredo aqui para vocês: odeio serifa. Eu entendo que, em muitos contextos, ela é extremamente funcional, mas o blog é meu e eu quero ele sem serifa e ponto final. 😝

Aí lá fui eu mexer no CSS personalizado do site, né, e descobri que o WordPress não me disponibiliza muitas opções de fontes sem serifa. E agora, José?

Lembrei do curso da Imersão CSS que fiz na Alura, onde fui formalmente apresentada ao Google Fonts. Tinha achado o recurso incrível e queria muito poder usá-lo no blog, mas me bateu uma certa preguicinha de ir lá no CSS grandão do site e sair mexendo…

Com alguma pesquisa, encontrei esse plugin, o Easy Google Fonts! Ele é fantástico e te dá a opção de usar várias das fontes já disponíveis no Google Fonts, além de deixar configurar o tamanho, o “peso” e vários outros detalhes, tudo dentro do menu de Personalizar do próprio WordPress!

Menu "Default Typography", do WordPress, com as seguintes opções para configuração: Paragraphs, Heading 1, Heading 2, Heading 3. Dentro de cada opção, há mais opções: Script/Subset, Font Family, Font Weight/Style, Text Decoration, Text Transform
Exemplo do submenu Typography, criado pelo Easy Google Fonts

4 – Cool Tag Cloud

A nuvem de tags padrão do WordPress é meio… basic, né? Pessoalmente, eu não gostava muito dela pois a achava desorganizada demais e, às vezes, meio difícil de se encontrar ali no meio. Lá fui eu procurar alguma maneira de ou personalizar o que eu já tinha, ou achar alguém que personalizasse para mim.

Encontrei esse plugin, o Cool Tag Cloud. Achei fofo e vi que dava para personalizar vários aspectos dele. Decidi deixar simplezinho; se me lembro bem, mudei só a cor e a ordem. Simples e funcional. E bonitinho. Gosto assim.

5 – Colorful Categories

No começo do meu blog, eu tinha trocentas categorias no blog. Para quê? Também não sei. Depois de dar uma fuçada em outros blogs de desenvolvimento, decidi usar as categorias como uma espécie de submenu do blog, e limitá-las a cinco.

Não foi fácil, mas consegui limar o número e não criar mais nenhuma. O problema depois foi: como deixar esse “submenu” bonitinho? Pesquisando, encontrei o Colorful Categories. Consegui deixar minhas categorias coloridinhas e mais organizadas (para definir as cores, contei com a ajuda do meu queridíssimo Adobe Color).

Uma nuvem azul com rosto feliz fazendo um arco íris aparecer e desaparecer enquanto se move
Eu gosto muito de corzinhas 💕

6 – Yoast SEO

Além do Google Analytics, outra coisa que eu não entendo direito mas sei que é importante para esse mundo de sites e blogs é SEO. É sério, eu tenho um total de zero noção sobre como isso funciona (pretendo fazer um curso sobre isso porque quero realmente aprender). E aí lá fui eu procurar alguma coisa que facilitasse a minha vida.

Encontrei o Yoast SEO e ele me ajuda muito! Eu utilizo somente os recursos da conta gratuita mas já é uma mão na roda. O meu processo criativo para a escrita de posts era: sair escrevendo o que vem na cabeça (já linkando algumas imagens), depois editar e publicar. Agora, entre o editar e o publicar, gasto um tempinho tentando deixar todos os indicadores do Yoast verdinhos! Tem demorado mais do que eu gostaria, confesso 😅 Mas a prática traz a perfeição e um dia vou conseguir “incorporar” o SEO já na minha escrita, tenho fé!

7 – Akismet

Se você já teve ou tem um blog e usa a ferramenta padrão do WordPress para comentários, sabe que spam é um inferno na terra. Bots de propaganda e pornografia simplesmente LOTAM a caixa de entrada de comentários e é um saco ficar fazendo a “curadoria” (afinal de contas, vai que tem algum comentário lá que realmente interessa, né?).

Primeiro eu cogitei mudar a ferramenta de comentários e deixar alguma que fosse possível comentar com o Facebook ou Twitter. Ainda não desisti dessa ideia, mas eu queria alguma coisa mais prática para agora e encontrei o Akismet. Ele filtra spam de uma forma majestosa! Tudo quanto é tipo de porcaria vai para a pasta de Spam e você não precisa se preocupar! É uma economia de tempo (e paciência) brutal! 😁

Três envelopes indicando caixas de email, com notificações crescendo. As notificações se transformam em peixes e saem da tela, e a mensagem "Stop Spamming Me" aparece, em vermelho.
Pare de me mandar spam!

E você, também tem blog? Quais plugins você usa? Tem alguma dica de algo que possa me facilitar ainda mais a vida? Me conta! 😗


Posts relacionados

Recursos legais pra te ajudar com o frontend


Recadinhos da paróquia

1- Gostou do texto? Tem algo a adicionar? Alguma crítica construtiva? Feedbacks? Sugestões? Pedidos? Fique à vontade para me contatar via email (oli.pmatt@gmail.com), via Twitter (@oliviamattiazzo) ou pela caixa de comentários aqui embaixo! Vai ser um prazer conversar contigo! ✨

2- Em breve, esse blog vai mudar de domínio. O .com.br já não faz mais tanto sentido para mim… Assim que eu conseguir arrumar a nova casa direitinho, todo o conteúdo vai para o oliviamattiazzo.dev (que não, ainda não está disponível), então salvem o link! Espero ter novidades logo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.